Santa Inês: Assim como fez em 2017, Prefeita Vianey Bringel confirma cancelamento do Carnaval 2019

A prefeita de Santa Inês, Vianey Bringel (foto), confirmou o cancelamento do Carnaval 2019 organizado pela Prefeitura Municipal. A gestora oficializou sua decisão na Câmara de Vereadores e justificou o cancelamento alegando crise econômica.

Vale ressaltar que, no Carnaval de 2017, Vianey Bringel também optou por cancelar o Carnaval, alegando o mesmo motivo deste ano.

Abaixo, veja a nota divulgada pela Prefeitura de Santa Inês.

NOTA

A Prefeitura de Santa Inês anunciou, por meio da gestora Vianey Bringel, na sessão na câmara [de vereadores de Santa Inês] dessa sexta-feira, 15, que não irá realizar as festividades do carnaval 2019 na cidade. A medida se dá diante da crise econômica e política em que se encontra o país, resvalando em todos os estados e consequentemente nos municípios, não sendo sensato utilizar recursos próprios com as festividades carnavalescas.

Preocupada em realizar ações na educação, saúde e obras que atendam aos anseios da população, visando sempre a melhoria da qualidade de vida dos que habitam o município de Santa Inês, o Governo Municipal optou pela coerência e responsabilidade e assim deixa de alocar recursos para a festividade e busca encontrar soluções que atendam os anseios e necessidades de toda a população no âmbito da educação e infraestrutura.

Já foram adquiridas mais de três mil carteiras escolares, que serão distribuídas nas escolas das zonas urbana e rural, outras escolas também serão reformadas, e por fim, após as chuvas de inverno, a gestão realizará pavimentação asfáltica. A prefeita lembra também que o aniversário de emancipação política de Santa Inês, comemorado em 14 de março, poucos dias após o carnaval, não pode passar em branco, sendo realizado atividades esportivas, missa, culto e evento para os populares.

“Hoje tomamos uma decisão muito difícil, mas acho que prudente, justa e responsável, decidimos não realizar o carnaval de rua deste ano e usar os recursos para educação e obras. Sei da importância do carnaval no que se refere à economia e o lazer, mas não é justo fazer festa se no momento não temos condições” avalia a prefeita Vianey Bringel.

Certos de que atendem as necessidades da população, agradecem a compreensão dos santainesenses e ratificam suas posições de estarem sempre em busca do engrandecimento do município, pautados na responsabilidade, lucidez e sensatez a fim de que prevaleça o sentimento de reconstruir o município e a certeza da busca do melhor para todos.

COMENTÁRIOS

DE NOVO: EX- Prefeita Ostentação tem nova condenação

A pedido do Ministério Público do Maranhão, a ex-prefeita de Bom Jardim Lidiane Leite da Silva, Humberto Dantas dos Santos, Raimundo Antonio Carlos Mendes e a empresa Petlas Construções e Serviços LTDA foram condenados, em 11 de fevereiro, por ato de improbidade administrativa.

Todos foram acusados de fraudar a licitação nº 01/2013, na qual foram verificadas várias irregularidades.

O procedimento licitatório, na modalidade concorrência, era destinado à execução dos serviços de asfaltamento, colocação de sarjetas, meios-fios e sinalização horizontal e vertical.

 Assinada em 22 de fevereiro de 2018, a Ação Civil Pública, que resultou na sentença, foi proposta pelo promotor de justiça Fábio Santos de Oliveira.

 Os envolvidos foram condenados ao ressarcimento ao erário da quantia de R$ 915.074,57, devidamente corrigida, correspondente ao valor do contrato.

Também constam como penalidades a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco anos; proibição de contratar com o Poder Público, assim como de receber incentivos fiscais ou de crédito pelo prazo de cinco anos; além do pagamento de multa civil equivalente a duas vezes o valor do dano.

IRREGULARIDADES

 De acordo com o promotor de justiça Fábio Santos de Oliveira, os envolvidos forjaram um procedimento licitatório, simulando uma competição. O certame foi marcado por diversas irregularidades, incluindo ausência de publicidade e inexistência de comprovante de empenho para atender as despesas do contrato.

Além disso, o objeto do contrato nunca foi executado, sendo fato público e notório na cidade que não foram realizados os serviços de asfaltamento e colocação de sarjetas, meios-fios e sinalização horizontal e vertical.

Outra irregularidade se refere à transferência pelo Município de Bom Jardim do valor de R$ 915.074,57 à empresa A.O. da Silva e Cia LTDA, que está sendo processada na Comarca, por supostamente ter feito desvios de recursos públicos na gestão de Lidiane Leite da Silva.

ENVOLVIDOS

 Segundo a ACP, Humberto Dantas era quem indicava os participantes da Comissão de Licitação do Município, determinando as medidas a serem tomadas. Na época, ele era companheiro da então prefeita Lidiane Leite.

Já Lidiane Leite tinha conhecimento de todas as irregularidades cometidas no certame, assinando os documentos necessários para transparecer a legalidade do pregão.

Raimundo Antonio Carlos Mendes era proprietário da empresa vencedora da licitação e tinha conhecimento das ilegalidades, que desrespeitaram as regras da Lei de Licitações.

COMENTÁRIOS

Aplausos! Bombeiros que atuaram em Brumadinho recebem a mais alta condecoração do Maranhão

Em cerimônia no Palácio Henrique de La Rocque, na tarde desta segunda-feira (18), o governador Flávio Dino condecorou com a Ordem dos Timbiras os 22 bombeiros militares maranhenses que atuaram por mais de vinte dias no trabalho de resgate de vítimas em Brumadinho (MG).

A Ordem dos Timbiras é a mais alta comenda ofertada pelo poder executivo estadual. Os bombeiros foram enviados pelo Governo do Maranhão em missão humanitária e social, para dar apoio às buscas avançadas na cidade mineira após o rompimento da barragem na mina Córrego do Feijão, no dia 25 de janeiro, que vitimou centenas de pessoas.

Durante a cerimônia, o governador Flávio Dino exaltou a coragem, bravura e o espírito de solidariedade dos Bombeiros que se dedicaram à missão, numa tragédia que comoveu todo o país.

“Nós assistimos essa equipe do Corpo de Bombeiros mostrando dedicação, solidariedade e capacidade técnica. Esta condecoração é a mais alta do nosso estado e eu sempre reservo para momentos muito especiais, como este caso, por exemplo. Aqui estamos homenageando, em primeiro lugar, toda a instituição, que mais uma vez mostrou a qualidade dos seus integrantes e, claro, sublinhando a importância destes atos de solidariedade”, disse.

“É uma situação dramática, limite, que oferece uma série de riscos, inclusive a saúde e a integridade física desses servidores, que cumpriram com êxito a missão e merecem esse reconhecimento”, complementou Flávio Dino, no ato de condecoração, renovando, também, a solidariedade às famílias que foram vítimas da tragédia.

Os bombeiros maranhenses, que participam do grupamento de salvamentos especiais, trabalharam nos serviços de escavação e triagem da lama, na busca por vestígios de locais com maior probabilidade de concentração das vítimas.

O Major Patrício Daniel, comandante dos Bombeiros em Itapecuru, foi quem comandou a Missão Brumadinho. Para ele, as condições inóspitas e perigosas em que passou a equipe e, principalmente, a gravidade e comoção coletiva, exigiu ainda mais coragem dos homens destacados.

“Foi a missão mais desafiadora de toda a minha carreira ao longo desses 13 anos de Bombeiro e marcou muito porque era uma missão humanitária, principalmente para amenizar a dor das famílias”, disse o comandante.

“Então, ter esse reconhecimento por parte do poder executivo Estadual simboliza que nosso trabalho foi de grande valia. Era um ambiente desolador, cheio de tristeza, em que a cidade estava debaixo de lama e, mesmo com risco da própria vida, toda equipe estava empenhada”, relatou.

Desde 2015, a corporação maranhense tem participado de missões especiais de resgate e salvamento, como o terremoto do Equador e incêndio no Parque Nacional Serra da Capivara, no Piauí, em ato de solidariedade às vítimas e seus familiares, bem como aos militares de outros estados e países, que trabalham nos resgates.

A solidariedade já é uma constante que move a corporação, segundo o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Célio Roberto.

“Esta foi mais uma missão importante, como outras que já fizemos. A gente sabe que foi uma grande tragédia e o espírito de solidariedade move a todos e principalmente a nós que somos Bombeiros e foi uma honra ter participado da operação com os nossos 22 Bombeiros que foram enviados por autorização do governador Flávio Dino, tão logo que foi procurado. Enviamos equipe especializada em salvamentos especiais, nestas situações delicadas”, detalhou o coronel.

Confira a lista dos bombeiros militares maranhenses condecorados: 

1 – MAJ QOCBM Patrício Daniel dos Passos Penha
2 – MAJ QOCBM Nilson da Silva Azevedo Júnior
– CAP QOCBM Jonatan Silva Coutinho
– CAP QOABM Claudionor Ribeiro Moraes
– 1° TEN QOCBM David martins Soares
6 – 1° TEN QOCBM Cleyston José Raimundo Nunes Moreira
– 2° TEN QOCBM Elenilton Ribeiro de Souza
– ST BM Adelson Vales Santos
9 – 1º SGT BM Marcos Aurélio Ribeiro
10 – 1º SGT BM Alexsandra Lisboa Rodrigues Galvão
11 – 2º SGT BM Carlos Arnoldo Cardoso Silva
12 – 2º SGT BM Antônio Cláudio Silva Santos
13 – 2º SGT BM Jorge Luis da Conceição Bottentuit
14 – 3° SGTBM Elismar de Souza
15 – 3° SGT BM Christiano Cabral Oliveira
16 – 3° SGT BM Rafael Gustavo Ribeiro Ramos
17 – 3° SGT BM Anderson Max Silveira de Oliveira
18 – CB BM Brenda Aline Barros Matos
19 – CB BM Julyano Edino de Freitas Nascimento
20 – SD BM Jefferson mauro Serra Rabelo
21 – SD BM Wanderson dos Santos Neves
22 – SD BM Alex dos Anjos.

COMENTÁRIOS

Ministro de Bolsonaro confirma Carteira Nacional de Habilitação mais barata

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou nesta semana que vai ficar mais barato tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no país. Segundo ele, membros do governo estão analisando propostas para que os custos do processo sejam reduzidos.

“O preço da carteira vai baixar, a necessidade de propor ações constantes vai acabar e vamos estender o prazo para 10 anos ou mais”, disse o ministro.

Freitas confirmou também que vai estender o prazo para a renovação da CNH. “Nós vamos estender o prazo da carteira de motorista para 10 anos ou até mais, dependendo da faixa etária. Obviamente que o tempo vai diminuindo à medida que a idade vai aumentando”, declarou.

O ministro afirmou que a renovação da permissão a cada cinco anos não reduziu o número de acidentes no país. “A quantidade de acidentes e mortes é enorme. Vamos atacar o cerne do problema”, disse.

COMENTÁRIOS

Bombeiros fazem vistoria na Barragem de Pericumã e identificam necessidade de reparos

O Corpo de Bombeiros do Maranhão fez uma vistoria, na última sexta-feira (15), na Barragem de Pericumã, em Pinheiro. O objetivo foi fazer uma avaliação sobre os problemas na estrutura, cuja responsabilidade é do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), do governo federal.

Com as intensas e recentes chuvas, houve o rompimento de um dos cabos das comportas na barragem, o que causou aumento na vazão de água do rio e provocou alagamentos na cidade. O Governo do Maranhão entrou em contato com o DNOCS e se colocou à disposição para auxiliar dentro de suas competências.

Nesta sexta, a equipe dos bombeiros sobrevoou o local e, em seguida, seguiu de lancha até a barragem, para fazer uma avaliação mais detalhada.

“As providências iniciais [após o alagamento] foram tomadas de forma correta, que foi a recuperação do cabo da única comporta que ainda estava funcionando. Abriu-se a comporta, está tendo vazão da água e diminuiu o represamento da água”, disse o coronel Célio Roberto, comandante-geral do Corpo de Bombeiros, que liderou a vistoria. O nível da água já recuou aproximadamente 50 centímetros.

Relatório

A vistoria também contou com representantes da prefeitura e do DNOCS. A inspeção permitiu aos bombeiros as informações necessárias para fazer um relatório detalhando os problemas encontrados.

O documento será usado pela prefeitura de Pinheiro para pedir ao governo federal reparos emergenciais na barragem. O prefeito Luciano Genésio tem agendada uma reunião na próxima semana com o Ministério de Desenvolvimento Regional para tratar do assunto.

Profissionais participam da vistoria em Pinheiro (Foto: Jeferson Stader)

“A responsabilidade dessa barragem é do governo federal. Mas estamos mantendo os motores, os geradores e fazendo a manutenção. Inclusive colocamos os funcionários presentes aqui na barragem, fazendo um dever que não é nosso”, afirmou o prefeito.

A vistoria feita pelo Corpo de Bombeiros apontou a necessidade de reparos emergenciais antes da intensificação das chuvas em março e abril. E também que é preciso fazer uma reforma estrutural mais abrangente, para resolver o problema em definitivo.

Além disso, a Defesa Civil Estadual vai iniciar, já na semana que vem, um curso de capacitação da Defesa Civil de Pinheiro, a fim de dar mais condições para os profissionais atuarem diante de situações de risco ou emergência.

A Defesa Civil do Estado mantém permanentemente uma equipe em Pinheiro.

COMENTÁRIOS

Com reforma, IEMA em São Luís terá piscina nova, área de lutas e biblioteca moderna

Para o jovem Leandro Silva, aluno do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), as obras de expansão da Unidade Plena de São Luís (antigo prédio do Colégio Marista, no Centro) devem melhorar ainda mais a qualidade do ensino ofertado na escola.

Aluno em tempo integral do 3º ano do Ensino Médio Técnico em Serviços Jurídicos, Leandro Silva avalia que as obras de expansão devem ampliar não apenas a estrutura física da unidade educacional, mas o conhecimento absorvido pelos estudantes. “Estudar no IEMA é um privilégio. Essa reforma vai ampliar nosso conhecimento. Nós teremos uma qualidade muito maior em nossa unidade”, destaca o aluno.

Leandro Silva faz referência aos avanços inclusos no projeto de ampliação da Unidade Plena de São Luís, que já está em sua terceira etapa.

Orçada em mais de R$ 2 milhões, a obra contempla a construção de uma ampla e moderna biblioteca, auditório, área de vivência e descanso, área administrativa, campo de futebol com arquibancada coberta e acessibilidade, além da requalificação da piscina e melhorias no sistema hidráulico e elétrico. A novidade é a construção de uma área exclusiva para lutas.

Quem também aprova a expansão do IEMA de São Luís é a aluna do 2º do Ensino Médio, Mairla Fernanda Carvalho. “Todos os alunos estão muito felizes com a nova reforma. Tivemos a oportunidade de estudar em uma escola enorme, ainda mais agora, que vamos ter espaço de vivência, de luta, para praticar esportes, piscina. Isso nos motiva cada vez mais a ter uma escola de excelência. Para gente, é um prazer poder representar essa escola e poder estudar aqui”, afirma Mairla.

“Qualquer aposta na educação é bem-vinda”

Margarida Heluy, professora de Português do IEMA, ressalta a construção da nova biblioteca, equipamento que vai contribuir para o aperfeiçoamento da relação ensino-aprendizagem. Para ela, a nova biblioteca vai incentivar ainda mais a leitura.

“Os alunos estão muito animados, muito esperançosos, porque qualquer incentivo, qualquer investimento, qualquer aposta na educação é sempre muito bem-vinda. Eu, como professora de português, vou ter uma estrutura, um espaço, um ambiente para trabalhar essa parte de leitura, de produção textual. Eu entendo que em tudo [a expansão] será magnífica”, pontua a educadora.

IEMA

O Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) foi criado em 2015 com o intuito de ampliar a oferta de educação profissional técnica de nível médio no estado.

O IEMA atua nas áreas de Unidade Plena e Vocacional. As Unidades Plenas estão em funcionamento em Axixá, Bacabeira, Coroatá, Pindaré-Mirim, São José de Ribamar, Timon, Santa Inês, Brejo, Presidente Dutra, São Luís (Centro e Itaqui-Bacanga) Matões e Cururupu.

Em Açailândia, Bequimão, Caxias, Carolina, Codó, Imperatriz, Pedreiras, Barra do Corda, Pinheiro, Ribeirãozinho, São Luís (Praia Grande, Escola de Cinema e Estaleiro Escola) funcionam as Unidades Vocacionais.

Nos últimos três anos, estudantes do IEMA conquistaram medalhas e premiações nacionais e internacionais na área de Robótica, Matemática, Geografia, Foguetes e Química. O Instituto ficou entre os finalistas do Prêmio Nacional de Competitividade nos Estados e entre os classificados no Prêmio Samsung Respostas para o Amanhã.

COMENTÁRIOS

Rubens Jr é confirmado como o novo secretário de Cidades do Maranhão

O governador do Maranhão, Flávio Dino, anunciou, nesta sexta-feira (15) o nome do deputado federal Rubens Pereira Jr (PCdoB) como novo titular da Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid).

Por meio das redes sociais, o parlamentar falou sobre o novo desafio. “Me sinto honrado em ser convidado para integrar o melhor governo do Brasil. Agora no Executivo, continuarei contribuindo para as profundas transformações que o Maranhão tem experimentado no governo Flávio Dino”, disse Rubens Jr.

Na Secid, Rubens Jr contribuirá em importantes programas do Governo do Maranhão na área de habitação e mobilidade urbana, como a nova edição do Cheque Minha Casa; PAC Ponta do São Francisco (em São Luís); reformas de mercados; entre outros.

Advogado e mestre em Direito Constitucional, Rubens Pereira Júnior, 34 anos, é um dos grandes destaques do parlamento brasileiro na atualidade. Em 2018, foi reeleito deputado federal com 111.584 votos. Foi o candidato mais bem votado entre os reeleitos, e o 5º com maior votação em todo o estado.

Em 2014, foi o terceiro deputado federal mais votado pelo Maranhão, com um total de 118.115 votos. Rubens também foi deputado estadual no Maranhão por dois mandatos, nos períodos de 2006 a 2014. Na época, com 22 anos, e 35 mil votos, tornou-se um dos deputados estaduais mais jovens do País.

Perfil Rubens Pereira Jr

Nasceu em 1984 e passou parte da sua infância em Matões (MA).
– Com 10 anos, mudou-se para São Luís, para estudar na capital. Aos 16 anos, ingressou no curso de Direito da Universidade Federal do Maranhão.
– Teve Flávio Dino, governador do Maranhão, como orientador da sua monografia de conclusão de curso, iniciando uma amizade que levaria a caminhada política pela mudança no Maranhão. Ainda durante a faculdade de Direito, foi aprovado no concurso do Tribunal de Justiça do Maranhão para o cargo de Analista Judiciário.
– Foi deputado Estadual no Maranhão por dois mandatos, nos períodos de 2006 a 2014. Na época, com 22 anos, 35 mil votos, tornou-se um dos deputados estaduais mais jovens do país. Foi presidente da CCJ aos 24 anos e líder da oposição aos 28.
– É membro do PCdoB, Partido Comunista do Brasil, desde 2009
– Em 2012 pediu exoneração do cargo de Analista Judiciário do Tribunal de Justiça.
– Em 2014, Rubens Jr. foi o terceiro deputado federal mais votado pelo Maranhão, com um total de 118.115 votos.
– Em seu primeiro ano como deputado federal, Rubens Jr já integrou as principais comissões da Câmara dos Deputados. Durante os seus quatro anos em Brasília, conseguiu destaque como membro titular da Comissão de Constituição e Justiça (CCJC), a mais importante da Casa.
– Tornou-se uma referência na imprensa local e nacional por sua conduta e firmeza na condução do seu papel e por suas convicções como vice-líder do PCdoB na Câmara dos Deputados. Em 2017, foi eleito coordenador da Bancada do Maranhão no Congresso Nacional.
– Em 2018 foi reeleito deputado federal com 111.584 votos. Foi o candidato mais bem votado entre os reeleitos, e o 5º com maior votação em todo o estado.

COMENTÁRIOS

Bolsonaro define idade mínima: 65 anos para homens e 62 para mulheres

O secretário de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, anunciou, nesta quinta-feira (14/2), que a reforma da Previdência a ser enviada pelo Planalto ao Congresso proporá idade mínima para aposentadoria de 65 anos para homens e de 62 anos para mulheres.

O presidente Jair Bolsonaro chegou a afirmar anteriormente que queria idade mínimas de 62 para homens e 57 anos para mulheres, mas foi convencido pela equipe econômica. “Acabou que, na negociação entre a equipe econômica e política, mantiveram a mesma idade mínima da reforma do Temer”, disse Marinho.

Pelas regras atuais, é possível se aposentar sem idade mínima, a partir dos 35 anos de contribuição (homem) ou dos 30 (mulher); ou a partir de 65 anos (homem) ou 60 anos (mulher) com tempo mínimo de 15 anos de contribuição. A proposta de Bolsonaro prevê, segundo Marinho, uma regra de transição de até 12 anos para quem já está no mercado de trabalho, mas os detalhes ainda não foram divulgados pelo governo, por determinação do próprio presidente. Bolsonaro também queria um tempo de transição melhor.

“O presidente tem sensibilidade e entende as condições da economia e fez a distinção de gênero. Acha que é importante que a mulher se aposente com menos tempo. Conseguimos mudar um pouco essa questão da transição, que estávamos propondo 20 anos, e o presidente negociou com 12 anos”, destacou o secretário de Previdência.

Envio para Câmara será dia 20

Marinho evitou cravar qual será o impacto obtido com a reforma que foi decidida por Bolsonaro. Quando questionado sobre a fala de Guedes de que a proposta precisaria garantir uma economia de R$ 1 trilhão em 10 anos, ele respondeu: “Se o ministro (Paulo Guedes) disse, então será”.

Prioridade absoluta no início do mandato do governo Bolsonaro, a versão final do texto vinha sendo adiada devido à internação do presidente, que recebeu alta na quarta-feira (13/2). “O presidente obteve os detalhes que faltavam do projeto. Importante ressaltar que, ao longo do perídio da elaboração da proposta, o presidente estava sendo informado periodicamente. Houve apenas esse período de paralisação em função da operação que se submeteu e, hoje, voltamos já com o texto finalizado pela equipe do Ministério da Economia”, explicou Marinho.

Agora que está fechado, o texto deverá ser entregue à Câmara dos Deputados na próxima quarta-feira (20/2), quando o presidente deve fazer um pronunciamento à nação para explicar a proposta. Para ser aprovada, a reforma deve ter 308 votos favoráveis entre os deputados, e outros 49 de senadores.

Correio Braziliense

COMENTÁRIOS

Imagem do Dia: Flávio Dino em reunião com Hamilton Mourão

O governador Flávio Dino esteve em Brasília, nesta quinta-feira (14), em reunião com o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, no Palácio do Planalto, e o convidou a visitar o Maranhão e a participar do Fórum de Governadores do Nordeste, que será realizado em São Luís, no final do mês de março. A visita do governador faz parte da política de diálogo institucional com a União, que tem como principal objetivo unir esforços em prol de investimentos para o Maranhão. Desde o mês passado, o próprio Flávio Dino, o vice-governador Carlos Brandão e os secretários de Estado estão sendo recebidos pelo Governo Federal.

COMENTÁRIOS

Itaqui lidera crescimento entre os principais portos públicos do Brasil

De acordo com o Anuário Estatístico 2018 da Agência Nacional de Transporte Aquaviário (Antaq), divulgado nesta terça-feira (12), o Porto do Itaqui cresceu 17%, superando os percentuais dos maiores portos públicos do Brasil, como o Porto de Santos (0,87%), Itaguaí (6,98%), Paranaguá (6,51%), Rio Grande (3,8%) e Suape (-0,83%). Em 2017, o porto maranhense cresceu 11,89% e movimentou 19,1 milhões de toneladas.

Com o crescimento, o Itaqui não apenas teve destaque em movimentações de cargas entre os portos públicos do Brasil, mas se consolida como um dos mais importantes do Norte e Nordeste. Foram 22,3 milhões de toneladas de cargas em 2018.

“Os dados anunciados pela Antaq confirmam a performance diferenciada do Itaqui em 2018 e refletem o trabalho de toda uma equipe que, nos últimos quatro anos, tem se empenhado para fazer do Itaqui uma referência nacional em gestão portuária”, declarou o presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), Ted Lago, durante o evento de comemoração do 17º aniversário da Antaq e apresentação do anuário em Brasília.

“Os investimentos que estamos fazendo, em parceria com o setor privado, também são fundamentais para o nosso crescimento”, acrescentou Ted Lago.

Outro grande destaque refere-se à movimentação de soja. Principal exportador de soja, milho e farelo do Arco Norte do Brasil, o Porto do Itaqui consolida sua liderança com movimentação de 8,5 milhões de toneladas de soja em 2018.

Com essa marca, o Itaqui passa a ocupar o chamado top 3 dos portos que mais exportam soja no país. O crescimento de 38,61% na movimentação desse tipo de carga também foi maior que o desempenho de Santos (12%) e de Paranaguá (34%), primeiro e segundo lugar respectivamente.

“Com o início das obras da segunda fase do Tegram, vamos elevar a capacidade do Itaqui para 14 milhões de toneladas que, somadas a mais 4 milhões de toneladas do terminal da VLI, garantirá um volume mais do que suficiente para sustentar o crescimento e nos aproximar ainda mais dos maiores portos do Brasil ”, afirmou Ted Lago.

Além da soja, o Itaqui permanece no top 3 de movimentação de granéis líquidos (combustíveis, produtos químicos, líquidos). Com aumento de aproximadamente 14% em movimentação de fertilizantes, também está entre os cincos portos públicos que mais importaram a carga em 2018 (1,9 milhões de toneladas), mais um recorde histórico para o porto maranhense.

Brasil

De acordo com a Antaq, o setor portuário nacional (portos organizados e terminais privados) movimentou 1,117 bilhão de toneladas em 2018, o que representa um crescimento de 2,7% em relação a 2017. Os portos públicos movimentaram 374 milhões de toneladas em 2018, um aumento de 2,6% em comparação com 2017 (365 milhões de toneladas).

Entre as principais cargas, o minério de ferro representa 36% do total movimentado por portos e terminais privados do país. Outros destaques são os combustíveis, com 203 milhões de toneladas (18,2%); os contêineres, com cerca de 113 milhões de toneladas (10,1%) e a soja, com 102 milhões de toneladas (9,1%).

COMENTÁRIOS