Flávio Dino afirma que Maranhão terá novos hospitais em 2018

A saúde está entre os pilares de investimento para o Maranhão neste ano, com novas inaugurações e investimentos. Durante a abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema), nesta semana, o governador Flávio Dino fez um balanço da área e traçou perspectivas para 2018.

Desde 2015, o Estado ampliou em 42% o número de leitos hospitalares, graças à inauguração de seis hospitais regionais. Além disso, em São Luís, o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO) ampliou de 80 para cerca de 400 a capacidade de cirurgias ortopédicas na rede estadual de saúde.

A nova unidade ajudou a desafogar a demanda de outros hospitais e também possibilitou que o Hospital Tarquínio Lopes – Hospital Geral – passasse a funcionar exclusivamente para o atendimento a pacientes de câncer. É a primeira vez que a rede estadual conta com um hospital exclusivo para esse tipo de tratamento.

O Governo do Maranhão também abriu a Casa de Apoio do Hospital de Câncer do Maranhão, com capacidade para acolher 28 pacientes em tratamento, garantindo apoio e assistência humanizada a quem sai de outro município fazer tratamento de câncer em São Luís.

“Trabalhamos pela manutenção e ampliação dos serviços públicos. Tomamos conta das demandas estaduais e temos lançado mãos generosas de apoio aos municípios”, disse Flávio Dino.

Novas unidades

Para este ano, está prevista a inauguração de outras unidades de saúde, entre elas o Hospital Regional do Baixo Parnaíba, em Chapadinha; e o novo Hospital do Servidor, em São Luís.

Está em curso ainda a licitação do Hospital de Urgência e Emergência da Ilha, que será localizado na Avenida São Luís Rei de França e destinado ao atendimento de casos urgentes em toda a Grande São Luís. A unidade vai contribuir para desafogar a demanda dos Socorrões I e II, geridos pela rede municipal de saúde da capital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *