Grajaú: Governo reforma Centro de Ensino Nicolau Dino

Os alunos do Centro de Ensino Nicolau Dino, no município em Grajaú, vão contar com um novo ambiente de aprendizagem. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), está reformando essa escola. O trabalho começou em janeiro e deve ser finalizado nos próximos 30 dias.

O prédio recebe reparos na parte elétrica hidráulica, piso, morro, revestimento de paredes e a instalação de um gerador de energia. Está sendo feita toda adequação de acessibilidade para pessoas deficientes, garantindo maior inclusão social e salas de aulas serão climatizadas.

Foram reformadas oito salas, auditório, biblioteca, setor administrativo, sala dos professores, cozinha e banheiros. Os estudantes disseram que estão felizes com o novo espaço. “O ambiente da escola está muito confortável. Estamos satisfeitos com o trabalho”, comemorou a estudante Mayrla Mendes.

Nos últimos dois anos o Governo do Maranhão investiu mais de R$ 800 milhões em programas de reestruturação da educação no estado. Até o final desse semestre, chegará a marca de 574 prédios escolares reformados e revitalizados, beneficiando mais de 300 mil estudantes em 199 municípios.

Segundo o secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, o investimento é o reflexo da preocupação do Governo Flávio Dino com a educação no estado. “Um governo que aplica com seriedade os recursos públicos, garante mais qualidade de vida às pessoas, melhores oportunidades com espaços de aprendizagem reconstruídos, construídos e reformados que estimulam a busca pelo conhecimento e um futuro próximo com muito desenvolvimento e justiça social para todos”.

Mais Investimentos

Grajaú recebeu outros investimentos do Governo do Estado na parte de Infraestrutura. Foram oito quilômetros de pavimentação e recuperação de vias urbanas, com construção de meio-fio para melhor escoamento da água, garantindo maior durabilidade dos serviços. No trecho urbano de seis quilômetros urbano da MA-006, o asfalto estava deteriorado e foi recuperado. Houve também melhoramento do trecho entre a sede Grajaú e o povoado de Aramepara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *