Maranhenses “enterram” de uma só vez Famílias Sarney, Lobão e Murad

As eleições deste ano vão ficar marcadas para sempre nas memórias das famílias Sarney, Lobão e Murad. É que, depois de longos anos mandando e desmandando na política maranhense, integrantes do clã foram despachados (literalmente) pelos maranhenses nas urnas. Até Edson Lobão, que diziam ter seus votos garantidos para mais um mandato à frente do Senado Federal, foi defenestrado pelo eleitorado maranhense e volta pra casa depois de mais de 40 anos de vida pública.

Desde o começo do ano, alguns já diziam que Roseana não seria candidata, que já estava cansada, e que se entrasse na disputa, seria pelo sacrifício de tentar eleger pelo menos os dois senadores da sua chapa: Sarney Filho, seu irmão, e Edson Lobão, aliado político da família desde os primórdios.

Pois bem, Roseana entrou na disputa, não passou dos seus já cravados 30%, fez uma campanha pífia e sem dinheiro, que nem de longe lembrava aquelas de antigamente, e o resultado, já sabemos, perdeu no 1° turno para o governador Flávio Dino. A branca, como chamam, obteve 947.191 votos.

Já Ricardo Murad, por outro lado, insistiu na sua candidatura, que o TRE indeferiu, e mesmo assim saiu candidato, obtendo míseros 23.320. Sua filha, Andrea Murad, que disputava a reeleição de deputada estadual, também foi uma vergonha nas urnas, conseguindo apenas 17. 233 votos dos maranhenses. Outra vergonha para o clã!

Os candidatos do grupo ao Senado, Edson Lobão e Sarney Filho, também foram reprovados nas urnas. Por incrível que pareça, o filho do ex presidente José Sarney ainda conseguiu mais votos do que Lobão. Foram 752.893 mil votos para Sarney Filho, enquanto Edson Lobão conquistou apenas 553.276 votos.

O único sobrevivente da família foi o deputado estadual Adriano Sarney, que conseguiu a reeleição com 50.679 votos. Para passar mais quatro anos na taca (oposição), diga-se de passagem.

É, tempos que já mudaram… !!!

2 Resposta para Maranhenses “enterram” de uma só vez Famílias Sarney, Lobão e Murad

  1. Nelson Lipes diz:

    Excelente matéria. Que sirva de orientação para Flávio Dino, o sucesso hoje não garante o sucesso amanhã. Humildade sempre!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *