Maranhenses terão prazo maior para agendar provas para habilitação

O prazo para agendamento dos exames de legislação e tráfego para carteira de habilitação será ampliado para dois meses pelo Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA). O novo prazo para agendamento das provas começa a valer a partir de fevereiro.

“A procura pelos exames teóricos e práticos para as provas de habilitação é muito grande. Percebemos assim a necessidade da ampliação do prazo de agendamento dos testes. Caso o período de dois meses não seja suficiente, iremos ampliar para que a população não seja prejudicada e tenha o melhor atendimento possível”, diz o diretor geral do Detran-MA, Antônio Nunes.

O aumento do prazo de agendamento das provas favorecerá os usuários e atenderá reivindicação antiga dos Centros de Formação dos Condutores (CFCs). O calendário para agendamento considerando o novo prazo estará disponível a partir do dia 20 deste mês.

O presidente da Federação Nacional das Autoescolas (Feneauto), Justino Rodrigues da Fonseca, destacou a importância da medida adotada. “Fico feliz em perceber que o Detran do Maranhão está buscando uma maior interação com os CFCs. Essa união é importante para que possamos prestar o melhor atendimento às necessidades dos motoristas”, destacou.

 

COMENTÁRIOS

Flávio Dino recebe visita de Luis Fernando no palácio

O governador Flávio Dino recebeu na tarde desta terça-feira (13) a visita do ex-prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Silva. Ao lado do vice-governador Carlos Brandão e do secretário de Articulação Política e Assuntos Federativos, Márcio Jerry, eles conversaram sobre a administração estadual e programas do novo projeto de desenvolvimento do Maranhão, que integra o crescimento econômico às políticas de promoção da igualdade social.

O governador apresentou a Luís Fernando os principais projetos em fase de implantação pelo Governo do Estado, entre eles os programas ‘Mais IDH’ e ‘Escola Digna’, que estão entre as principais metas da atual administração. “Fizemos questão de apresentar nossos programas e metas para melhorar a vida dos maranhenses”, ressaltou Flávio Dino, durante a reunião na sede do Governo do Estado, no Palácio dos Leões.

Os programas que começam a ser implantados pela nova administração do Estado visam erradicar desigualdades sociais que foram acentuadas pela falta de políticas públicas direcionadas à vida da população mais carente do estado. Após conhecer as ações, Luís Fernando Silva elogiou as iniciativas que foram instituídas já na primeira quinzena de governo.

“Conheci os projetos e discutimos sobre o presente e sobre o futuro do Maranhão. Depois de tudo o que vi, estou otimista sobre este novo momento e vejo que o governador Flávio Dino faz um esforço gigantesco para que as dificuldades sociais e econômicas de grande parte da população sejam superadas”, afirmou Luís Fernando.

O engajamento de lideranças políticas de todo o Estado em favor de programas sociais para melhorar a vida dos maranhenses foi um dos temas destacados pelo governador. “O governo tem feito grande esforço administrativo para superar as desigualdades sociais. Apresentamos ao Luís Fernando nossa gama de ações já no início da administração que tem como finalidade maior reverter os indicadores sociais do Estado”, informou Flávio Dino.

COMENTÁRIOS

Governo do Estado vai apresentar balanço da Operação Ciclone nesta segunda

Daqui a pouco, as 15h, o secretário de segurança pública do Maranhão, Jefferson Portela, vai apresentar o resultado da Operação Ciclone, desencadeada no interior do Maranhão pela Polícia Civil durante o fim de semana. A ação teve como objetivo o cumprimento de mandados de busca e apreensão garantindo a efetividade da segurança à população. A apresentação será na sede da Secretaria.

Ao todo, participaram da operação dezoito regionais de Polícia Civil do interior. Ao lado de Portela, estarão presentes o delegado geral, Augusto Barros; e o superintendente da Polícia Civil do Interior (SPCI), Dircival Gonçalves.

 

 

 

COMENTÁRIOS

Carlos Brandão é reconduzido à Presidência do PSDB do Maranhão

O ex deputado federal e atual vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão, foi reconduzido à presidência do diretório do PSDB do estado, afirmando que o Brasil assiste à renovação tucana. A vigência do diretório estadual tucano teve início no dia 31 de dezembro e permanecerá até a mesma data, em 2017.

A executiva nacional optou pelo nome de Brandão para continuar dirigindo o partido porque nele foi depositada a missão de compor novos quadros. Isso se explica pelo ambiente favorável ao partido no Maranhão. Em posição de destaque no governo do Estado, o tucano é considerado peça-chave para atrair lideranças políticas para a sigla, com potencial de disputa para as próximas eleições.

Aliado do presidente nacional do partido, o senador Aécio Neves, Brandão declarou que possui a forte intenção de promover, nessa nova fase, o que o PSDB do Maranhão há tempos não incorpora: nomes inéditos para a legenda, com capacidade e estatura para disputar cargos e ocupar espaços no governo.

O vice-governador do Maranhão mostrou-se determinado em corresponder à confiança em seu trabalho de articulação política. Assim como a executiva nacional, Brandão também acredita que este é o momento adequado para permanecer apostando no crescimento do partido que, no início de sua presidência, possuía 80 diretórios municipais. Hoje, são 214.

“Partimos da premissa de lançar candidatos e de os elegermos. Mas, não somente. O desafio principal da manutenção de um partido é a sua oxigenação. E é o que temos feito”, garantiu o presidente do PSDB-MA.

Para o PSDB maranhense, estas reconstruções são tratadas como prioridade porque cristalizam o partido e fortalecem suas bases, por meio de políticas públicas viabilizadas pelo atual governo do qual Brandão faz parte. Com o horizonte já emoldurado para 2016, os planos tucanos para o Maranhão incluem abertura para o diálogo e novas filiações; além da efetivação de um calendário político voltado para as atividades públicas e de caráter interno.

Além do presidente Carlos Brandão, compõem a atual formação do diretório estadual do PSDB do Maranhão: o vice-presidente, Pinto Itamaraty; o secretário-geral, Neto Evangelista; o tesoureiro, Júnior Viana; os membros Elson dos Santos, Gardênia Castelo e Sebastião Madeira.

Fonte: O Imparcial

COMENTÁRIOS

A Casa das seis mulheres: AL terá em 2015 somente seis deputadas estaduais

A Assembleia Legislativa do Maranhão, ou Casa do Povo, como também é chamada, terá em 2015, seis mulheres à frente de mandatos estaduais, uma a menos do que o ano passado. Em um universo dominado pelos homens, já que são 42 vagas e 36 deputados, as parlamentares que irão legislar este ano tem a missão de se “destacar” por vários motivos, e um deles é quanto a posição política de cada uma. São esperados grandes embates travados entre oposição x situação, visto que as “manifestações” já começaram, pelo menos no mundo virtual. A titular do blog vai tentar fazer uma espécie de raio x de cada deputada eleita.

Começamos pela deputada estadual eleita, Andrea Murad. Eleita para o seu primeiro mandato, Andrea é filha do ex todo poderoso Ricardo Murad, que comandou a saúde do Estado nos últimos cinco anos. De gênio forte igual ao pai, Andrea usa as redes sociais toda vez que se “incomoda” com as ações do novo governo, o qual já é oposição declarada, e sem dúvida nenhuma, vai fazer muita zoada dentro da Casa do Povo.

Outra deputada que vai estrear na casa é Ana Mendonça, ou simplesmente, Ana do Gás, esposa do prefeito de Santo Antônio dos Lopes, Eunélio Mendonça. Ana não tem experiência política nenhuma na vida, sempre foi somente a primeira dama da cidade, mas não se pode negar que a deputada seguiu ajudando o marido prefeito em ações do município todos esses anos. Ana, apesar de ter feito campanha para Lobão Filho, vai vir com todo gás em busca de um mandato razoável e não deverá atrapalhar o bom andamento da AL, no que diz respeito aos projetos do governo,afinal, ninguém quer ser oposição logo de cara.

Nosso próximo raio x é o da deputada reeleita Francisca Primo, do PT. Reservada, mas atuante, Francisca é esposa do ex prefeito de Buriticupu, Antonio Marcos de Oliveira, mais conhecido como Primo, e criou a Frente Parlamentar de Segurança Alimentar e Nutricional do Maranhão durante seu primeiro mandato. Foi presidente também da Comissão de Educação, Cultura, Desporto e Ciência e Tecnologia da Assembleia e também é uma das parlamentares que não deve dar trabalho ao governo Flávio Dino.

De todas as deputadas que ocuparão cadeiras na legislatura de 2015-2018, nenhuma tem a experiência e carisma da deputada reeleita para o seu quarto mandato, Graça Paz. Esposa do ex deputado Clodomir Paz, Graça é o que chamamos de “mente aberta”. Sempre trabalhando para honrar os votos recebidos, ela já foi situação e oposição, e sempre se posicionou de acordo com seus princípios, e desta vez, acredito que não será diferente.

Pra completar a lista da Casa das seis mulheres, a titular do blog vai falar sobre Valéria Macedo e Nina Melo. A primeira é deputada estadual reeleita pelo PDT, irmã do ex prefeito de Porto Franco, Deoclides Macedo, e na legislatura passada ficou apenas no ostracismo. Houve quem afirmasse que a deputada não renovaria o mandato, visto sua inexpressiva postura durante os quatro anos de mandato, mas a pedetista se articulou a tempo e conquistou uma das 42 vagas da AL. Já Nina Melo, filha do ainda presidente da Assembleia Arnaldo Melo, começou a campanha com o imbróglio sobre sua candidatura por questões de filiação partidária. Nina Melo saiu-se vitoriosa das eleições 2014, já foi diplomada e até hoje sua eleição gera controvérsias. Mas o que se sabe é que ela assumirá uma cadeira na Assembleia a partir de Fevereiro e deverá ser uma ferrenha opositora ao governador Flávio Dino. É esperar para ver!

COMENTÁRIOS

Detran-MA e Sest/SENAT definem parcerias para projetos na área de Trânsito e Transportes

O diretor geral do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA), Antônio Nunes, recebeu nesta semana, diretores do Sest/Senat  (Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte) para tratar de futuras parcerias entre as duas instituições.

Participaram da reunião, além do diretor geral Antônio Nunes, a diretora do Sest/Senat, Roseanne Nina; o técnico de educação Emílio Fernando Alves; a coordenadora de formação profissional, Tatiana Coqueiro Santos; o coordenador de Educação para o Trânsito do Detran, Edílson Fernando Cardoso, e o chefe da Comissão Setorial de Licitação, Jhonatas Mendes Silva.

Entre os vários projetos a serem desenvolvidos em curto prazo pelo Detran-MA e Sest/Senat está o Curso de Atualização para Examinadores de trânsito e um curso de especialização para motofretistas e mototaxistas, a serem realizados na capital e no interior do Estado. O curso para atualização de examinadores está previsto para ser iniciado ainda estre trimestre.

Durante o encontro foi discutida também a viabilização do Núcleo de Apoio às Vítimas de Trânsito e a implantação da CNH popular, projetos integrantes do Plano de Metas da gestão Flávio Dino. O objetivo da parceria entre o Detran-MA e o Sest/Senat é integrar os investimentos nas áreas social e educação voltadas para o setor de trânsito e transportes.

De acordo com Antônio Nunes, o Detran-MA está aberto para todos os tipos de parcerias que venham a somar para a formação dos motoristas. “Nosso objetivo é beneficiar e proporcionar aprendizado contínuo aos motoristas do nosso Estado, e o Sest/Senat é um parceiro importante para concretizar esses objetivos”.

Para a diretora do Sest/Senat, Roseanne Nina, a reunião foi bastante proveitosa no que diz respeito aos novos projetos e a concretização de uma futura parceria, uma vez que a Instituição tem muitos projetos a serem realizados em curto prazo juntamente com o apoio do Detran do Maranhão.

COMENTÁRIOS

Cansada de esperar, Comunidade de Anajatuba se revolta e interdita estrada do Afoga

Mais confusão em Anajatuba. Desta vez, a população do povoado Mato Grande resolveu interditar a estrada que liga a sede da cidade ao povoado Afoga na manhã deste sábado (10). O motivo é a não conclusão da obra de pavimentação da estrada de um trecho que deveria receber 5 km de asfaltamento, mas que só recebeu 1,5 até hoje. Revoltados com a situação, os moradores interditaram a estrada e cavaram uma vala impedindo o trânsito de veículos e pessoas e prometeram liberá-la só quando o prefeito sumido e mais que enrolado, Helder Aragão (PMDB), der as caras pela cidade a qual “administra”.

Para se ter uma ideia do descaso do prefeito de Anajatuba com o município, em novembro de 2013, há exatos 1 ano e 2 meses, a prefeitura pagou a empresa Construir uma nota no valor de R$ 316.608,00, mas o que se vê hoje é apenas a pavimentação asfáltica de 1k, e aliado a isso, existe somente um lado da estrada que foi asfaltado. Um verdadeiro absurdo.

A Construtora Construir, responsável pela “obra” em Anajatuba, é uma das empresas relacionadas no esquema de desvio de recursos públicos por meio de notas frias denunciada em matéria no programa Fantástico da TV Globo, e investigada pela CGU e MPE.

Mas o que esperar de um prefeito que entra até com habeas corpus na justiça para tentar parar investigações contra sua pessoa? O que esperar de um prefeito que abandona sua cidade, some sem dar explicações, é denunciado nacionalmente e ainda fica rindo da população? O que esperar de um gestor que tem coragem de fraudar o censo escolar do seu município ? Que realiza atendimentos médicos inexistentes? Realmente, sem comentários.

População interdita estrada em Anajatuba

Nota de pagamento que a empresa Construir recebeu pela realização da “obra”


 

 

COMENTÁRIOS

34 deputados federais vão assumir mandatos por um mês

O número de suplentes que assumiu o mandato de deputado federal do dia 30 de dezembro até o dia 9 de Janeiro para ficar no cargo por um mês, em um período de recesso parlamentar, soma 34. A maior parte desses novos parlamentares (27) permanecerá no cargo apenas até o dia 31 deste mês. Os outros sete serão, novamente, empossados em 1º de fevereiro quando começa a nova legislatura, já que renovaram seus mandatos nas eleições de 2014.

Esses 34 deputados que assumiram o mandato no final de dezembro e no início de janeiro e que não precisarão ficar no Congresso, uma vez que desde o dia 22 de dezembro a Casa encontra-se em recesso parlamentar e sem atividades legislativas, poderão receber no total algo em torno de R$ 150 mil cada um.

A verba total a que cada deputado terá direito é composta de salário (R$ 26,7 mil) e verbas parlamentares como auxílio moradia (R$ 3,8 mil), cotão (verba paga para ressarcir despesas que variam de R$ 27,9 mil a R$ 41,6 mil) e verba de gabinete para pagamento de funcionários (R$ 78 mil).

Os suplentes que assumiram o mandato, o fizeram em vagas deixadas pelos até então deputados titulares, que se licenciaram ou renunciaram ao mandato para assumir outro cargo como secretários estaduais, ministro de Estado, vice-governador ou governador. Deixaram o mandato para assumir a chefia do governo do seu respectivo estado Renan Filho (PMDB-AL); Rui Costa (PT-BA); e Reinaldo Azambuja (PSDB-MS).

Para assumir a vice-governadoria deixaram o mandato João Leão (PP-BA); Cesar Colnago (PSDB-ES); Carlos Brandão (PSDB-MA), que renunciou abrindo vaga para sua suplente Telma Pinheiro; Antônio Andrade (PMDB-MG); Zequinha Marinho (PSC-PA); Raul Henry (PMDB-PE); Cida Borghetti (PROS-PR); Paulo Cesar Quaertiero (DEM-RR); e Marcio França (PSB-SP). Para assumir ministérios deixaram o cargo de deputado George Hilton (PRB-MG); Eliseu Padilha (PMDB-RS), Pepe Vargas (PT-RS) e Edinho Araújo (PMDB-SP).

(Com informações da Agência Brasil, com edição do blog).

COMENTÁRIOS

Movimentos juvenis promovem ato público de apoio aos compromissos da Secretaria da Juventude

Os movimentos juvenis do Maranhão realizarão nesta sexta-feira (9), a partir das 15h, na Praça Gonçalves Dias, um grande Ato Público de apoio à nova secretária de Estado da Juventude, Tatiana Pereira, bem como de apoio aos seus compromissos com as bandeiras de luta da juventude maranhense, com a real construção de políticas públicas de/para e com as juventudes.

O ato intitulado “Posse das Juventudes: resgatando nossas identidades”, terá caráter celebrativo, mas também mobilizador e protagonista em defesa dos direitos e da garantia da inserção da juventude na política participativa do Estado.

Na sede, será realizado o abraço do prédio do órgão, como simbologia à posse das juventudes ao espaço que tem como objetivo construir e implementar políticas públicas de/para e com a juventude. Na ocasião, os movimentos juvenis entregarão à secretária, o Estatuto Nacional da Juventude, o Plano Estadual de Juventude e ainda uma carta aberta de apoio e reforço aos compromissos da secretaria para com as políticas públicas de juventudes.

 

COMENTÁRIOS

Dívida do Estado é maior do que se imaginava: 1,1 bilhão

Aos poucos, a população vai tendo conhecimento à real situação financeira do Estado. Na manhã desta sexta-feira (09), o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, e a titular da Seplan do Estado, Cynthia Mota Lima, apresentaram o balanço oficial à imprensa, onde consta dívida de 1,105 bilhões, para um saldo de míseros 24 milhões. Esse valor equivale a quase 10% do orçamento geral do Estado para este ano.

Mas, apesar da existência desse rombo absurdo o qual foi apresentado, Marcelo Tavares garantiu que as medidas anunciadas pelo governador Flávio Dino estão asseguradas. Para isso, o Governo do Maranhão anunciou ajuste fiscal sem prejudicar serviços e servidores. Haverá contingenciamento de custeio em 30%, o que representará economia da ordem de R$ 800 milhões para o Estado. Os investimentos estão garantidos.

Na coletiva de imprensa realizada no Palácio Henrique de La Rocque, foi passada a informação também de que a despesa do Governo do Maranhão para janeiro é de 893 milhões e a receita prevista é de 811 milhões, ou seja, um déficit de 82 milhões.

Não é preciso nem lembrar que a recém criada Secretaria de Transparência e Controle do Estado terá que trabalhar dobrado pra dar conta de toda a corrupção que envolveu o Governo Roseana.

As dívidas deixadas pelo governo Roseana Sarney se dividem em consignado do servidor (72 milhões), FEPA, restos a pagar (423 milhões), precatórios dos anos de 2012, 2013 e 2014 (544 milhões), num total de 1,1 bilhão.

 

COMENTÁRIOS